Perguntas

5 motivos para você se hospedar em uma “host family”

 

Antes de se preparar para um intercâmbio uma dúvida freqüente dos viajantes é em qual lugar se hospedar. Seja por um, dois meses ou até seis meses, por que não fazer do destino escolhido um lugar para realmente chamar de lar?

A acomodação em casa de família te permite isso: uma “host family” pode ser a opção mais segura, econômica e proveitosa para aprender o idioma inglês e imergir profundamente na cultura do país escolhido.

Foi o que fez a professora Rosi Da Campo. Ela, que já dava aulas de inglês, buscou um intercâmbio na Inglaterra, pela Expand Languages, para aperfeiçoar o conhecimento na língua. Quer saber como foi a experiência dela?

 

 

Rosi com a família Snooks , com quem  conviveu por um mês

   

 

          Praticar bem o inglês

 

Para Rosi, a experiência em ficar com uma família foi fundamental, principalmente, para poder praticar o dialeto no dia a dia. “O aluno tem a oportunidade de continuar praticando o inglês fora da sala de aula e participar do cotidiano da família”, comenta Rosi.

 

           Economizar

 

Além disso Rosi afirma que financeiramente, ao contrário do que muitos podem pensar, ficar em uma casa de família é uma opção muito mais econômico. “Economicamente falando uma das vantagens em ficar com uma família inglesa é que o aluno não tem a preocupação e gastos com a alimentação. Além do que o aluno pode experimentar a comida típica inglesa”.

 

       

 

           Atender as suas necessidades

 

Rosi comenta que em casas de família, é possível adptar algumas exigências que o estudante tenha como restrições alimentares. “Minhas exigências eram uma casa nos arredores da escola e também a questão da alimentação em função de algumas restrições alimentares. Só tenho a agradecê-lo, pois a família onde fiquei foi muito acolhedora. Além da privacidade e conforto que eles ofereciam, eles sempre foram muito  prestativos. Me senti em casa”, lembra.

 

 

 

            Conhecer outros estudantes

 

Rosi revela que mesmo em casa de família, é possível sim conhecer outros estudantes na mesma residência. “Outro ponto interessante nesta experiência é conhecer estudantes de outras nacionalidades, pois a maioria das casas oferece acomodação para mais estudantes, de diferentes nacionalidades.  Na minha primeira viagem à Inglaterra , em 1999, fiz amigos e até hoje mantemos contato”, diz Rosi.

 

 

              Conhecer profundamente a cultura da região

 

 

Como uma amante da Inglaterra, Rosi deixa sua sugestão para um intercâmbio, Bournemouth e afirma que morar em cidades pequenas e conviver com famílias da região é uma imersão muito mais profunda do lugar onde o viajante passará uma temporada. “Ao longo da minha carreira profissional muitos alunos e ex-alunos me pedem sugestões e dicas de viagens. Sou uma apaixonada pela Inglaterra, pela beleza do país, pela cultura,  pelo povo e sua diversidade,  então sempre sugiro este país como destino. Minha dica é que o estudante fique  em uma cidade do interior e vivencie o dia a dia de uma família inglesa. Além de ser mais econômico, o aluno tem mais flexibilidade e autonomia, além de ser mais seguro.”, completa Rosi.